10 dicas para ter sucesso num canal de youtube | Happy Code

10 dicas para ter sucesso num canal de youtube

Agosto 18, 2018

É impossível negar o poder do Youtube no mundo moderno! Adquirida pelo Google em 2006, a plataforma é hoje a maior concentradora de vídeos da Internet e ganhou, em 2015, o título da segunda maior ferramenta de pesquisa online. O YouTube perde apenas para o Facebook em número de utilizadores (que soma 1,5 biliões de perfis ativos mensalmente) mas mantêm números de acessos impressionantes. O YouTube tem hoje em dia mais de um bilião de utilizadores, o que representa quase um terço dos utilizadores da Internet. Diariamente, essas pessoas assistem a biliões de horas de vídeo, gerando biliões de visualizações nos mais de 500 uploads que são feitos por minuto. A plataforma está presente em 88 países, em 76 idiomas diferentes, e atinge mais pessoas do que qualquer canal de TV no mundo.

O formato de vídeo sempre foi querido na Internet e, segundo uma pesquisa feita pelos utilizadores do Facebook em 2017, é  e meio preferido dos internautas. A forma como as pessoas consomem conteúdo também mudou, estimando-se que hoje as pessoas passam em média 149 minutos por dia nos seus smartphones e 113 minutos em frente da TV. A experiência que o utilizador procura ao assistir a um vídeo no Youtube nunca foi tão criteriosa. Estamos a procurar cada vez mais conteúdo de qualidade para assistir na palma das nossas mãos e quem quer produzir esse tipo de material deve estar preparado para se adequar às tendências da plataforma.

A rede criou ainda uma geração de novas celebridades, os youtubers. Além de ser um hobby para os jovens e uma maneira de se expressarem, a produção de vídeos no YouTube tem-se tornado um negócio rentável. Eles ganham dinheiro expondo produtos e marcas nos seus vídeos e participando em eventos. O youtuber Whindersson Nunes (Brasil), por exemplo, tem um canal de humor com vídeos que chegam a mais de 10 milhões de visualizações, com uma estimativa de ganhos com inserção de anúncios entre  12.500€ e  250.000€ por mês.

Para Katia Damasceno, gerente de Social Media da agência Fess’Kobbi e especialista em marketing digital, os youtubers já ocupam lugares que antes eram ocupados por atores e celebridades.  “Isso vai acontecer precisamente porque o youtuber hoje é alguém muito próximo das pessoas. Ele ilustra representatividade e tem uma relação muito próxima do público”, explica Katia em uma entrevista para o Estadão.

Há uma febre, entre a nova geração, para ser um Youtuber e as motivações são variadas, por isso conversámos com a youtuber Bianca Tatto, conhecida como Bibi, que é a número 1 em visualizações por mês entre as meninas jogadoras do Brasil, sobre como é ser uma youtuber. Bibi mora em São Paulo e postas vídeos de Minecraft, posta vlogs e também adora cantar músicas no seu canal, que tem mais de 500.000.000 de visualizações. Desde pequena,  ela sempre gostou de fazer vídeos a falar de assuntos diversos pelo simples facto de gravar e, até então, nunca tinha postado alguma coisa “profissional”. Agora o seu canal já alcança mais de 4 milhões de seguidores e o seu sucesso explora o mundo do youtube, carreira musical e até já lançou dois livros!

“Tem sempre gente que diz que se o canal não deu certo é porque não era para dar. Mas se você quiser, é para ser! Então tente sempre melhorar o seu conteúdo, procure métodos para alcançar o seu público e procure que as pessoas se identifiquem com o que você fala nos seus vídeos”, explica Bibi.

A vida de youtuber realmente não é fácil. Por isso, reunimos 10 dicas que vão ajudar a criar um canal de sucesso.

1. Escolha o tema do canal

Sobre que vai falar? Pense num tema que goste e que tenha forma de divulgar em formato visual. É importante entender estes dois pontos para estruturar um canal que seja a sua cara e que motive a gravar os vídeos. Por exemplo, se gosta de maquilhagem e percebe muito do assunto, talvez este possa ser o tema do seu canal. Não fique preso também apenas a um assunto, tente pensar em algo que chame a atenção do seu público e os divirta. Pode escolher temas que estão sempre em alta como notícias, humor, jogos, culinária ou tutoriais, mas também pode escolher algo bem específico. Talvez o público não seja tão grande, mas sempre pode conseguir uma audiência activa e lucrativa.

2. Defina o seu público

Conhecer o seu público é essencial na formulação da estratégia do canal e na criação de conteúdos interessantes e úteis capaz de atraí-lo e transformá-lo em subscritores activos. A partir do tema do seu canal deve definir a quem vai transmitir a sua mensagem. Quer atingir crianças ou adultos? Homens ou mulheres? Quais são os seus hábitos? Qual o nível de escolaridade? Quais as causas que apoiam? Quais as manifestações que são contra? O que gostam de fazer no tempo de lazer? Quanto tempo ficam online? Claro, que todo o canal deve traçar o perfil a partir das suas características, mas todos devem entender com quem vai falar antes de ligar a câmara para gravar.

3. Saiba qual o equipamento necessário

Nesta etapa, o ideal é definir os equipamentos necessário para gravar o seu vídeo. Faça um orçamento a partir do que pode comprar no momento – um bom equipamento faz a diferença, mas não é tudo. Se não pode comprar uma câmara, faça com o telemóvel ou outro dispositivo, o importante é entregar um conteúdo relevante e interactivo. Sempre que possível, invista num tripé, iluminação, um microfone, um computador de maior qualidade, placa de captura e software de edição. É muito importante que todos os vídeos tenham boa qualidade de imagem e também é válido que, antes de os postar, verifique se o áudio está em condições de ser compreendido e a mensagem entregue ao utilizador.

4. Tenha uma boa iluminação e cenário

Para um vídeo com boa qualidade é fundamental que tenha iluminação. Se não tem condições para comprar iluminação, use a sua criatividade. Procure gravar os vídeos com a luz solar, improvise um abat-jour ou lâmpada de led forte, que ilumine principalmente o foco do vídeo. Como na maioria dos vlogs o destaque deve ser o seu rosto, assegure-se que ele está bem iluminado. Também é importante manter o ambiente em silêncio, para evitar ruídos no vídeo. Peça a todos em casa para ficarem mais sossegados, desligue os aparelhos da casa como ar-condicionado, máquina de lavar e TV e procure mesmo gravar longe de ruas movimentadas e locais com muito barulho.

O cenário deve estar bem organizado e limpo. Procure adaptá-lo com coisas relacionadas ao tema do  canal, assim os seus subscritores podem-se identificar ao clicarem no vídeo. Se não puder comprar nada agora, procure decorar com coisas que encontrar em casa. Com criatividade e esforço pode conseguir criar um cenário muito interessante. A sua roupa também vai fazer parte do cenário, então tente adequar-se ao seu público e com o que está a dizer.

5. Edite os seus vídeos

É extremamente necessário saber como editar um vídeo de sucesso. As ferramentas de edição têm uma linguagem própria, cheia de termos que podem não ser muito comuns para quem não é do ramo, mas entender todos os aspectos desta prática pode facilitar a ambientação no processo de edição de vídeos. O espectador prefere vídeos curtos, o que pode ser resolvido com uma montagem dos takes na edição, assim, controlando o tempo do vídeo e fazendo com que fique mais interessante.

Adicionar gifs, imagens ou extractos de vídeos, trocando a legenda, são alguns exemplos de como a edição pode tornar o vídeo mais engraçado e atractivo. Lógico que nada disso pode ser feito de forma aleatória. Assegure-se de que tudo faça sentido com o seu conteúdo. Se o seu canal for de negócios e tiver um público empreendedor talvez essa opção não seja a melhor. Ao editar os seus vídeos também pode inserir uma faixa sonora e animações que mostrem a identidade do seu canal.

Uma dica valiosa é começar logo a pensar como será a edição do material enquanto estiver a gravar. Utilize ferramentas para optimizar a produção dos vídeos e facilitar o corte e edição final. Alguns programas podem-no ajudar a fazer um canal no Youtube com vídeos de qualidade, melhorando a iluminação, removendo ruídos e estabilizando o vídeo. São eles: Corel Video Studio, Windows Movie Make, Final Cut, Sony Vegas, ShotCut e Jahshaka.

6. Estabeleça uma frequência de gravação

Manter uma periodicidade de postagens dos vídeos é importante para qualquer canal no Youtube. Programe o seu cronograma para conseguir ter tempo suficiente para gravar, editar e postar, com pelo menos 3 dias de antecedência. Comece com 1 vídeo por semana e teste a sua organização durante esse período, a partir daí consegue perceber quantos vídeos consegue produzir mensalmente. É recomendado que se tenha sempre 1 vídeo de reserva, caso o vídeo que quer postar atrase durante todo o processo. Mas não precisa de deixar tantos vídeos gravados se seu canal depender de actualizações e novidades do mundo.

A youtuber Bibi conta que batalhou para conseguir a sua audiência. “Eu comecei como uma brincadeira, não sabia editar, não sabia gravar… Tudo que fiz tive que correr atrás. Me inspirava nos grandes youtubers e postava vídeos todos os dias no canal, mesmo com 100 visualizações, porque eu via que os meus youtubers favoritos postavam todos os dias, então eu também tinha que postar todos os dias”, explica Bibi.

7.Divulgue correctamente nas redes sociais

Utilize as redes sociais para dinamizar o acesso ao seu canal. Seja no Facebook, no Twitter, no Instagram ou qualquer outra rede, é importante espalhar a ideia do seu canal. Procure publicações que chamem a atenção do seu público e inicie um diálogo directo nos canais de comunicação que ele mais utiliza.

No Youtube, tente chamar a atenção através do título e palavras-chave. Quando estiver a colocar um vídeo, insira também tags que tenham muita procura e também algumas bem específicas. É importante que os seus vídeos sejam encontrados na procura quando alguém pesquisar sobre determinado tema.

8. Seja autêntico e original

Se se quiser destacar, deve haver um diferencial! Ser autêntico é fundamental para se transformar num youtuber de sucesso. Do ponto de vista dos jovens, ser autêntico significa “ser você mesmo” e apresentar-se da mesma maneira descontraída e, embora as transmissões dos youtubers tenham evoluído do ponto de vista técnico, o YouTube permite aos produtores de conteúdo criar muita coisa inovadora. Inclusive, incentiva novos conteúdos, pois essa liberdade criativa favorece o surgimento de personalidades e formatos inovadores e originais. Ser bem humorado também é fundamental para atrair a atenção das novas gerações. Apresentar-se de modo leve e descontraído parece ser a chave para se aproximar dos jovens. Não é de se espantar que os youtubers mais famosos em qualquer país são os que publicam vídeos divertidos e com muito humor.

9. Mantenha-se atento a todas as redes

Procure ler os feedbacks dos vídeos e pedir sugestões. Tendo os principais assuntos do canal definidos a partir da opinião pública faz com que todos estejam interessados nos temas, saiam da zona de conforto e tragam mais visualizações. O Youtube possibilita a criação de novos formatos, quadros e é flexível para muita inovação.

O YouTube também permite muita interacção nos comentários e calcula o seu número de subscritores, que recebem notificações por e-mail de cada vez que saem vídeos novos no canal. Mas não se esqueça que ainda há muitas pessoas no Facebook, Twitter ou Instagram que precisam de ser avisadas das novidades através dessas redes.

10. Não desista!

O YouTube pode, sim, ser uma nova forma de alcançar sucesso, mas talvez seja frustrante se o foco for esse. Faça um canal no Youtube se sonha em entreter as pessoas, passar conhecimento ou algum motivo maior do que apenas ter mais de 1 milhão de subscritores. Faça por um sonho maior! É preciso ter flexibilidade para entender as novas possibilidades de hoje, entender as ferramentas para melhores edições, conteúdos e alcançar os objetivos do seu canal.

Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena acreditar num sonho que se tem, ou que os seus planos nunca vão dar certo, ou que nunca vai alcançar  os seus objetivos. Quem acredita e realiza, sempre alcança.

Desejemos o maior sucesso no seu canal do Youtube!

Aprenda como ser um Youtuber na Happy Code!

A Happy Code tem um curso de Youtuber Pro. Este curso, que sempre foi um enorme sucesso no período de férias, foi agora adaptado para o modelo regular, com duração ampliada. Os alunos dos 8 aos 17 anos aprendem a criar um canal desde a ideia inicial, sobre ferramentas do Youtube, técnicas de gravação, edição de vídeos, guiões e direitos de autor, além de aprenderem a criar vinhetas, corrigir erros de gravação e técnicas de captura de ecran e sonorização. Além disso, são orientados sobre direitos e deveres, formando cidadãos digitais conscientes.

Sobre a Happy Code

A Happy Code é uma escola de programação, tendo como missão formar pensadores e criadores do século XXI. Com uma metodologia de ensino baseada no conceito STEAM (“Science, Technology, Engineering, Arts and Math”), os cursos lecionados incidem sobre a programação de computadores, desenvolvimento de jogos e aplicações, robótica com drones, bem como produção e edição de vídeos para o YouTube.

Tendo como premissa de atuação os valores da responsabilidade, da confiança, da inovação e da consciência social, a Happy Code leciona os seus cursos em centros próprios ou em escolas, empresas, municípios, projetos sociais, centros de estudo, ATLs, entre outros, estando já presente em várias zonas de Portugal.
Para saberes mais, vê os nossos cursos e segue-nos:

 face   insta   twitter    pint

Computação cognitiva: as máquinas podem pensar?Aprender programação ainda na infância pode ajudar na tomada de decisões racionais na fase adulta