Qual a hora certa de abordar a educação digital com as crianças? | Happy Code

Qual a hora certa de abordar a educação digital com as crianças?

Setembro 15, 2018

É inegável que as crianças e adolescentes da actualidade nasceram imersos no mundo tecnológico, sendo inclusivamente chamados de nativos digitais.

Em contrapartida, reconhecendo a sensibilidade dos serviços fornecidos, as principais plataformas online, como o Youtube, Facebook, Whatsapp e Instagram, estipulam nos seus termos de uso a idade mínima para a utilização dos respectivos serviços. O que, notoriamente, é pouco respeitado seja pelos menores, seja pelos responsáveis que acabam cedendo à vontade dos filhos em entrarem cada vez mais cedo no mundo virtual.

Mas afinal, qual a idade certa para se iniciar a educação digital dos menores? A resposta é simples: desde sempre!!! Na medida em que o menor cria consciência e competências para manusear os equipamentos electrónicos dos seus pais, é importante que estes possam dar os primeiros suportes e orientações.

Ainda assim, alerta-se que as orientações e monitorização devem ser redobrados quando os pequenos ganham equipamentos electrónicos próprios. Nesse sentido, é importante lembrarmos a famosa frase de Stan Lee no Filme Homem Aranha: “Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades”.

Nos termos de uso das respectivas plataformas, a idade mínima para utilizar o Facebook e Instagram é 13 (treze) anos, o Whatsapp é 16 (dezesseis) anos e o Youtube 18 (dezoito) anos.

Adaptado de texto de Helena Mendonça – Nethics Educação Digital
Sobre a Happy Code

A Happy Code é uma escola de programação, tendo como missão formar pensadores e criadores do século XXI. Com uma metodologia de ensino baseada no conceito STEAM (“Science, Technology, Engineering, Arts and Math”), os cursos lecionados incidem sobre a programação de computadores, desenvolvimento de jogos e aplicações, robótica com drones, bem como produção e edição de vídeos para o YouTube.

Tendo como premissa de atuação os valores da responsabilidade, da confiança, da inovação e da consciência social, a Happy Code leciona os seus cursos em centros próprios ou em escolas, empresas, municípios, projetos sociais, centros de estudo, ATLs, entre outros, estando já presente em várias zonas de Portugal.
Para saberes mais, vê os nossos cursos e segue-nos:

 face   insta   twitter    pint

5 dicas simples para criar crianças felizes no mundo digitalGamificação na educação: o que é e como estimula a aprendizagem