Robótica para crianças: conheça 6 benefícios para o seu filho | Happy Code

Robótica para crianças: conheça 6 benefícios para o seu filho

Novembro 22, 2018

O desenvolvimento de máquinas inteligentes parece uma tarefa de especialistas, no entanto, também existe a robótica para crianças e adolescentes, sendo reconhecida como uma forma de estimular e desenvolver competências, contribuindo para uma boa aprendizagem.

Embora este tema possa parecer ter saído de um filme de ficção científica, a verdade é que a robótica está presente no nosso dia a dia. Trata-se de um assunto actual e totalmente relacionado com a realidade vivida pelas novas gerações, que estão inseridas no mundo tecnológico.

É fundamental que as crianças tenham acesso a informações abrangentes, para que as suas competências sejam desenvolvidas de forma a poderem actuar com sucesso nesse novo mundo. Para tal, preparamos este artigo apresentando os benefícios que a robótica pode trazer ao seu filho. Descubra-os a seguir!

Benefícios da robótica para crianças

Todos os ramos de conhecimento contribuem de alguma forma para a aprendizagem de crianças e adolescentes. No caso da robótica, não é diferente. Abaixo, listamos as seis principais competências que ela ajuda a desenvolver.

1. Raciocínio lógico

Um robot é uma máquina desenvolvida e programada para responder aos estímulos a que é submetida. A sua função é cumprir uma determinada acção, de acordo com o comando dado, por isso é fundamental que ele seja criado seguindo uma lógica.

É assim que a robótica para crianças ajuda no desenvolvimento do raciocínio. Afinal, é preciso que tenham uma visão completa do processo de criação, programação e resposta da máquina que está a ser criada. Ou seja, tem de pensar em qual é a melhor forma de construir comandos para o robot.

O estímulo do raciocínio lógico permite que crianças e adolescentes façam ligações mais complexas no seu cérebro. Com isso, eles encontram caminhos diferentes e soluções alternativas para a resolução de problemas, de forma a que isso se torne cada vez mais fácil.

2. Criatividade

O objectivo do desenvolvimento de máquinas inteligentes é que elas cumpram funções para alcançar um determinado resultado ou suprir alguma necessidade. É por isso que a robótica para crianças também as ajuda a serem mais criativas e empreendedoras.

Isso deve-se ao facto de poderem ficar livres para criarem um robot partindo do zero, segundo a sua própria ideia ou a necessidade que identificaram. Outra opção é incentivá-las a resolver um problema, previamente determinado, com a criação de um robot.

Em ambas as situações, é preciso que desenvolvam o pensamento criativo para que possam conceber a estrutura da máquina, a forma como se deverá comportar e os comandos que receberá para cumprir as funções para as quais está a ser desenvolvida.

Nos dias actuais, ser uma pessoa criativa é essencial para ter um diferencial competitivo no mercado. Afinal, sair do “mais do mesmo” é importante para que novas soluções e inovações sejam apresentadas, de modo a que se tenha um destaque frente aos demais.

3. Desenvolvimento de competências

A robótica para crianças promove um estímulo muito completo e complexo do campo cognitivo. É por isso que essa área também ajuda no desenvolvimento de diversas competências que serão muito úteis para as crianças, tanto durante a fase de aprendizagem como para o futuro.

Já mencionámos o raciocínio lógico e a criatividade, mas o desenvolvimento de robots também ajuda a melhorar a concentração, a atenção, a persistência e as competências interpessoais. Isto porque é exigido um conjunto de competências para que seja possível ter um bom desempenho e alcançar os objetivos.

4. Sentido de organização

Tudo o que se refere à tecnologia deve seguir uma determinada ordem para que se consigam alcançar os resultados esperados. As acções devem ser realizadas de acordo com uma hierarquia, para que nada acabe por ficar para trás e um processo não seja colocado à frente do outro.

Por isso, a robótica para crianças e adolescentes também ajuda a desenvolver o sentido de organização. Isso aplica-se tanto à criação e programação do robot, como também ao determinar aquilo que é a tarefa de cada um. Afinal, geralmente esse trabalho é feito em equipa.

O desenvolvimento dessa competência permite à criança ter um maior envolvimento e desenvolve também a sua responsabilidade. Desta forma, saberá como organizar o seu próprio dia a dia e as suas tarefas, o que impacta directamente a sua aprendizagem e a vida diária.

5. Trabalho em equipa

Como já foi dito, a robótica para crianças e adolescentes também estimula o trabalho em equipa, já que os projectos costumam ser desenvolvidos em grupos, para que haja um melhor desempenho dos jovens. Essa competência é desenvolvida porque a criança precisa interagir com os seus colegas. Assim, a cooperação é construída para que todos atinjam o seu objectivo.

É fundamental que os participantes saibam ouvir as ideias alheias, ao mesmo tempo que expõem também as suas. Além disso, as tarefas são distribuídas de modo a que um precisa ajudar o outro, exercitando assim a comunicação. Nessa interacção, a criança precisa de paciência e disciplina para aceitar opiniões contrárias às suas e respeitar cada um dos colegas.

6. Interdisciplinaridade

Além de todas as competências que já foram aqui citadas, a robótica para crianças também favorece a aprendizagem interdisciplinar de diversas áreas de estudo. Isso porque ela envolve temas pertencentes aos campos de:

  • física;
  • matemática;
  • ciências;
  • mecânica;
  • electrónica;
  • engenharia etc.

Assim, ao mesmo tempo em que o seu desenvolvimento cognitivo e social é estimulado, a criança também tem contacto com diversas áreas de estudo. É uma excelente oportunidade para que ela viva experiências diferentes e, quem sabe, encontre o ramo em que deseja actuar no futuro.

Como introduzir a robótica para crianças

Existem algumas escolas de ensino que trabalham com a robótica para crianças de uma forma pedagógica. Esse ramo de conhecimento é utilizado para aumentar a aprendizagem e o contacto com o universo tecnológico. Por isso, uma das formas de introduzir a robótica na vida do seu filho é matriculá-lo numa escola que ofereça essa vantagem competitiva e diferenciadora.

Também é possível optar por formações mais específicas que vão complementar o currículo. Nesse caso, há diversas opções de instituições que oferecem a robótica como um curso livre. Existem até mesmo níveis de aprendizagem, para que a criança possa começar do básico e progredir até ao avançado.

Não se esqueça de que, na hora de apresentar a robótica para crianças e adolescentes, é importante escolher uma boa escola. Isso é fundamental para que esse tema realmente desperte o interesse do seu filho, algo que só profissionais capacitados e experientes podem fazer com sucesso. Assim poderá aproveitar todas as vantagens e benefícios desse conhecimento.

Sobre a Happy Code

A Happy Code é uma escola de programação, tendo como missão formar pensadores e criadores do século XXI. Com uma metodologia de ensino baseada no conceito STEAM (“Science, Technology, Engineering, Arts and Math”), os cursos lecionados incidem sobre a programação de computadores, desenvolvimento de jogos e aplicações, robótica com drones, bem como produção e edição de vídeos para o YouTube.

Tendo como premissa de atuação os valores da responsabilidade, da confiança, da inovação e da consciência social, a Happy Code leciona os seus cursos em centros próprios ou em escolas, empresas, municípios, projetos sociais, centros de estudo, ATLs, entre outros, estando já presente em várias zonas de Portugal.
Para saberes mais, vê os nossos cursos e segue-nos:

 face   insta   twitter    pint

Porque a programação para crianças é o novo inglêsO perigo dos jogos online e como agir