Um dos nossos objectivos é que aprendam a programar de forma divertida | Happy Code

Um dos nossos objectivos é que aprendam a programar de forma divertida

Março 27, 2018

Um dos objectivos da codificação é, normalmente, uma linguagem de programação, e as linguagens de programação tem sintaxe. Para os alunos que ainda não sabem ler, ou não tem paciência, vamos concentrar-nos em competências de aprendizagem apropriadas para cada idade. Na Happy Code acreditamos que, para criar uma base sólida em programação, é importante aprenderem primeiro a resolver problemas.

Queremos partilhar os objetivos e a nossa abordagem à aprendizagem de programação para crianças. Estes objetivos de aprendizagem não são úteis apenas para a programação, mas também podem ser aplicados a qualquer assunto do nosso dia-a-dia.

  1. Decomposição

Ter algo complexo e dividi-lo em partes mais pequenas para simplificar o processo, é chamado de decomposição. Decomposição é a base para o diagnóstico e reconhecimento de padrões.

  1. Reconhecimento

Reconhecendo as semelhanças e diferenças dentro de conjuntos de dados ajuda a aprender e fazer previsões. O reconhecimento de padrões é normalmente referido como aprendizagem de máquina, que é focado no reconhecimento de padrões e regularidades nos dados, e pode ser muito complexo. No caso da programação de um robot, ao ter comportamentos consistentes, um robot pode ajudar as crianças a fazer previsões e a procurar maneiras de mudar os comportamentos.

  1. Padrão

Representando um processo ou ideia em termos gerais permite resolver problemas que são semelhantes aos que já resolvemos. Uma grande parte do padrão é também ser capaz de separar a informação que é necessária vs. não é necessária. Se as crianças ensinam um robot a fazer algo num contexto (como girar em redor de si mesmo durante uma dança), ele deve ser capaz de executar a mesma sub-rotina num contexto diferente (como, por exemplo, o aproximar de uma parede).

  1. Algoritmo

Desenvolver uma estratégia passo-a-passo para resolver um problema é chamado algoritmo design. Pode determinar objectivos que se querem ensinar a um robot, como tocar uma música ou  resolver um labirinto. Pode, então, criar uma hipótese e fazer um plano para que ele alcance os seus objetivos. No início as crianças podem começar de maneira simples e, em seguida, evoluir para a criação de soluções mais complexas e eficientes.

  1. Análise de dados e de visualização

Quando uma hipótese foi testada, as crianças são capazes de refletir sobre as suas observações e tirar conclusões sobre erros ou formas mais eficazes para projetar algoritmos. Através da análise dos dados, elas podem aprender com o passado e, em seguida, agir sobre o seu design.

Aprender a programar vai ajudar as crianças a tornarem-se melhores em qualquer coisa que decidam fazer. Se tiverem como objectivos virem a ser um(a) chef, arquiteto(a), empresário(a), ou cientista, esses processos cognitivos vão revelar um quadro sobre a forma de resolver problemas e pensar sobre a maneira de funcionamento do mundo.

 

Sobre a Happy Code

A Happy Code é uma escola de programação, tendo como missão formar pensadores e criadores do século XXI. Com uma metodologia de ensino baseada no conceito STEAM (“Science, Technology, Engineering, Arts and Math”), os cursos lecionados incidem sobre a programação de computadores, desenvolvimento de jogos e aplicações, robótica com drones, bem como produção e edição de vídeos para o YouTube.

Tendo como premissa de atuação os valores da responsabilidade, da confiança, da inovação e da consciência social, a Happy Code leciona os seus cursos em centros próprios ou em escolas, empresas, municípios, projetos sociais, centros de estudo, ATLs, entre outros, estando já presente em várias zonas de Portugal.
Para saberes mais, vê os nossos cursos e segue-nos:

   face   insta   twitter    pint

Porque os pais devem conhecer os YouTubers favoritos dos filhos?5 Razões para ensinar programação a uma criança