A tecnologia desenvolve colaboração e liderança

A tecnologia desenvolve colaboração e liderança

O desenvolvimento da liderança e trabalho em equipa continua a ser um desafio significativo para as empresas, mas a transição para a nova organização digital criou possibilidades que podem trazer grande sucesso para os negócios em todo o mundo.

Os líderes com elevado desempenho baseiam-se muitas vezes nas gerações passadas para as suas tomadas de decisões assertivas nas empresas, mas à medida que a disrupção digital varre todos os sectores, não há modelos semelhantes que possam garantir estes resultados. A maioria das organizações não avançou com rapidez suficiente no desenvolvimento de líderes digitais, promoção de jovens líderes e construção de novos modelos de liderança. Assim, os jovens que procuram ter, desde muito novos, competências tecnológicas, ganham a liderança no que diz respeito ao mercado de trabalho.

A evolução tecnológica permitiu que os líderes empresariais criassem empresas mais participativas. Agora já podem usar a tecnologia para aumentar a produtividade e melhorar a sua liderança. E, em vez de agir de maneira autoritária, os líderes digitais podem-se posicionar entre chefe e funcionário, concentrando-se na forma de aumentar a participação em todos os sectores e fomentando o  pensamento criativo nas suas equipas.

É uma realidade conhecida por todos que a tecnologia é extremamente importante, mas a verdade é que o capital humano continua a ser indispensável. Empresas altamente eficazes como a Google e a Microsoft analisam a liderança como um esforço de equipa e recrutam líderes de forma pioneira, para que possam trabalhar efectivamente juntos. Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, acredita que “num mundo que está a mudar, a única estratégia que vai garantidamente falhar é não correr riscos”, reforçando a importância de  existirem novas maneiras para estimular a colaboração e a liderança.

Hoje, como nunca antes, as organizações não precisam apenas de líderes mais fortes, elas precisam de um tipo de líder completamente fora do comum.  A liderança hoje foca-se menos sobre a “arte” de liderar e mais sobre os desafios que as corporações estão a enfrentar. O sucesso de um líder de negócios é agora baseado em quão bem eles podem aplicar a tecnologia para a realização dos objetivos da empresa. Para isso, precisamos construir uma nova geração de líderes mais informados, ágeis e prontos para o uso digital.

Como se desenvolve a colaboração através da tecnologia

As instituições de ensino precisam de oferecer recursos aos jovens através de novos modelos de ensino. É necessário que as crianças e adolescentes aprendam a ser mais dinâmicas, centradas em equipas e capacitadas em competências tecnológicas. A liderança e a colaboração são competências que podem ser desenvolvidas com eficiência por crianças e adolescentes, para que aprendam a trabalhar juntos e consigam dinamizar melhor as situações dentro e fora do ambiente de trabalho no futuro.

A aprendizagem tecnológica tem o potencial de melhorar a produtividade educacional acelerando a taxa de aprendizagem, aproveitando o tempo de aprendizagem fora do horário escolar, reduzindo o custo de materiais educativos e utilizando melhor o tempo do professor. Precisamos avançar para um sistema de padronização, baseado num forte núcleo de competências e conhecimentos essenciais, que permita aos jovens desenvolver os seus próprios talentos e aspirações particulares. E também devemos encorajar e apoiar professores e escolas na resposta a diferentes métodos de ensino.

Os jovens vão aprender a ver a aprendizagem como sendo algo importante, significativo e valioso e que se deve aprender pelo conhecimento e não por qualquer outro motivo. Só assim é que os estudantes vão entender o poder do conhecimento em todas as aprendizagens que vão fazer ao longo da vida.

 

Sobre a Happy Code

A Happy Code é uma escola de programação, tendo como missão formar pensadores e criadores do século XXI. Com uma metodologia de ensino baseada no conceito STEAM (“Science, Technology, Engineering, Arts and Math”), os cursos lecionados incidem sobre a programação de computadores, desenvolvimento de jogos e aplicações, robótica com drones, bem como produção e edição de vídeos para o YouTube.

Tendo como premissa de atuação os valores da responsabilidade, da confiança, da inovação e da consciência social, a Happy Code leciona os seus cursos em centros próprios ou em escolas, empresas, municípios, projetos sociais, centros de estudo, ATLs, entre outros, estando já presente em várias zonas de Portugal.

0 Comentários

Deixe um comentário

gtag('config', 'AW-868132947');