Skip to content

A Favor da UNICEF

A Happy Code, a maior escola de tecnologia e programação para crianças e jovens em Portugal, promove por isso a iniciativa de apoiar o crescimento dos Amigos UNICEF, convidando todos os alunos, famílias, escolas e empresas interessadas em promover uma vida melhor para as crianças, a contribuir para os esforços UNICEF. Ao tornar-se Amigo da UNICEF, a Happy Code oferece 10% de desconto nas inscrições e mensalidades, devolvendo assim valor a quem ajuda.
CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO

Provas de Aferição 2022-2023

Desde 2015 que o IAVE aplica provas em formato digital em vários pilotos a nível nacional. Em 2018, foram envolvidos 2.500 alunos de todo o país na primeira prova de aferição em formato digital, Matemática 8º ano (86). Seguiram-se outros pilotos (offline e online), o envolvimento do JNE, um Estudo de Diagnóstico das Aprendizagens (23.000 alunos, 300 escolas públicas e privadas), diferentes formas de classificação, etc.
CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO

A desigualdade de género nas tecnologias de informação

A desigualdade de género nas tecnologias de informação é um problema sério que afeta tanto as mulheres quanto a indústria de tecnologia de informação (TI) em si. Embora as mulheres representem cerca de metade da força de trabalho mundial, elas são significativamente sub-representadas em cargos de liderança e em áreas como a engenharia e a ciência da computação.
CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO

As competências necessárias para os empregos do futuro

A revolução tecnológica está constantemente a mudar a forma como trabalhamos e, como resultado disso, as habilidades e competências necessárias para os empregos do futuro estão a mudar também. Enquanto algumas habilidades tradicionais, como a boa comunicação e a capacidade de trabalhar em equipa, ainda são importantes, outras habilidades estão a tornar-se cada vez mais valiosas.
CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO

O impacto das novas tecnologias na educação

As novas tecnologias têm tido um impacto significativo na educação, transformando a maneira como ensinamos e aprendemos. Elas permitem que os professores criem e compartilhem conteúdo de maneira mais eficiente e que os alunos colaborem em projetos e acessem a informações de maneira mais fácil. Além disso, as tecnologias de aprendizagem adaptativa, como os sistemas de inteligência artificial, podem ajudar os alunos a aprender de maneira mais personalizada e eficaz.
CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO

Prova Bebras e o desenvolvimento de Pensamento Computacional desde cedo

O Bebras - Castor Informático é uma iniciativa internacional, realizada anualmente, para promover o pensamento computacional e habilidades de resolução de problemas para alunos do 3º ao 12º ano de escolaridade. Recorrendo a desafios que incentivam os alunos a pensar de forma crítica e criativa, contou com a participação, só no ano passado, de mais de 3 milhões de estudantes em mais de 50 países.
CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO

Technovation Girls – o maior programa mundial de tecnologia e empreendedorismo para raparigas

Inicia já este mês a edição de 2023 do Technovation Girls! Trata-se de um dos mais importantes programas mundiais de mobilização e educação de raparigas (dos 8 aos 18 anos) para se tornarem confiantes nas áreas STEM, líderes na identificação e sensibilização de problemas relevantes da atualidade, e criadoras de soluções tecnológicas
CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO

Como a utilização da tecnologia beneficia a aprendizagem em casa?

Nos últimos tempos, deparamo-nos com a necessidade de encontrar novas formas de ensino e tivemos a oportunidade de perceber de maneira mais intensa como a aprendizagem em casa ocorre. As mudanças pelas quais estivemos a passar como sociedade possibilitaram muitas descobertas, incluindo uma clara perceção de como a tecnologia é bem-vinda quando o assunto é ensinar as crianças em casa.
CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO

Sabe como desenvolver as competências dos alunos na escola?

Já passou o tempo em que as obrigações da escola se limitavam a passar conteúdos variados e ensinar disciplina aos estudantes. Este tipo de visão da educação está ultrapassado e, atualmente, as instituições de ensino têm de se adaptar às novas realidades e necessidades. O século XXI é, portanto, um período pautado em desenvolver competências no âmbito educacional.
CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO
Back To Top