Todas as nossas atividades podem ser presenciais ou online. Inscreve-te já!
Crianças que programam podem transformar o mundo

Crianças que programam podem transformar o mundo

Muitas vezes as crianças pensam que apenas os super-heróis são capazes de transformar o mundo, mas esquecem-se que basta ter uma atitude diferente para que mundo se transforme num lugar melhor. A tecnologia, quando usada de maneira consciente, pode ser um meio fundamental para que essas mudanças ocorram e isso é possível através de aulas especializadas de tecnologia e inovação.

Crianças que programam podem transformar o mundo

Para aqueles que gostavam de saber qual a melhor maneira de mudar o mundo, saibam que programar pode efectivamente ajudar a criar um mundo melhor, através de caminhos que ensinem o respeito pelos jogos, ou aplicações que possam ensinar algo sobre as diferentes culturas ,de uma forma dinâmica, para que se acabe com o preconceito que ainda existe na sociedade.

Um dos meios mais importantes para que isso aconteça, é a necessidade de procurar algum problema existente e encontrar os meios para o resolver, de forma a que ocorra uma mudança positiva. Isso pode ser feito através de um jogo, para ensinar a cuidar de animais, não atirar lixo para a rua, respeitar o próximo ou também por aplicações que ajudem a melhorar a saúde através de uma boa alimentação e exercícios.

Nas aulas da Happy Code, desde o primeiro dia de aulas, os alunos são incentivados a pensarem com uma visão ampla do mundo, a não terem preguiça de criar novos caminhos e de fazerem a diferença.

Porquê a Happy Code

Happy Code oferece cursos de programação, de criação de jogos e também de aplicações. Tem como conceito dar ao aluno a liberdade para que ele use a sua criatividade para concepção e programação e, deste modo, explora meios de valorização para que o aluno possa criar a sua própria aplicação, tendo como objectivo o poder de transformar a vida de outras pessoas.

Além disso, o método de ensino é um dos mais apreciados por pais e alunos, pois além de estes serem capacitados a aprender a programar, criar jogos e aplicações, a escola estimula o desenvolvimento de recursos que possam contribuir para a melhoria de  vida de outras pessoas, seja ensinando a respeitar o próximo ou também pela importância da consciência digital e dos seus problemas para o corpo e a mente quando a tecnologia é utilizada em excesso.

Por que a programação é tão importante?

Um dos pontos mais importantes que existem é o de saber trabalhar em equipa, pois muitas vezes nos exigem isto. Saber respeitar a equipa e ajudar quando necessário é fundamental, para unir e fazer com que o grupo cresça, e a programação é um dos meios que faz essa interação entre pessoas, principalmente para conseguir concluir um projeto com êxito.

Estimular os estudantes a partilhar os seus conhecimentos faz com que todos aprendam novas maneiras de ver o mundo, para além de dividir com os colegas aquilo que sabe. Como as crianças são mais sensíveis, muitas vezes tem grandes ideias para unir as pessoas e através da programação é possível partilhar este pensamento com muitas outras pessoas à volta do mundo.

O ensino de tecnologia de forma consciente pode transformar o poder da sociedade e trazer melhorias inimagináveis para o futuro. Por essas e outras razões o ensino tem sido tão valorizado e expandido por todo o mundo.

 

Sobre a Happy Code

A Happy Code é uma escola de programação, tendo como missão formar pensadores e criadores do século XXI. Com uma metodologia de ensino baseada no conceito STEAM (“Science, Technology, Engineering, Arts and Math”), os cursos lecionados incidem sobre a programação de computadores, desenvolvimento de jogos e aplicações, robótica com drones, bem como produção e edição de vídeos para o YouTube.

Tendo como premissa de atuação os valores da responsabilidade, da confiança, da inovação e da consciência social, a Happy Code leciona os seus cursos em centros próprios ou em escolas, empresas, municípios, projetos sociais, centros de estudo, ATLs, entre outros, estando já presente em várias zonas de Portugal.

0 Comentários

Deixe um comentário