Todas as nossas atividades podem ser presenciais ou online. INSCREVE-TE AQUI!
Início / Happy Blog / [ Infográfico] Conheça os benefícios e os fatores diferenciadores do STEM para a sua escola

[ Infográfico] Conheça os benefícios e os fatores diferenciadores do STEM para a sua escola

O método STEM já é conhecido em todo o mundo, mas ainda existem muitas pessoas que não sabem o que significa. Para começar, vale a pena saber que em português o acrónimo STEM significa “Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática”.

Normalmente no ensino tradicional as disciplinas são ensinadas ao aluno de forma segmentada, neste caso a ideia é promover a integração destes conhecimentos para oferecer uma aprendizagem mais dinâmica e interessante.

Quer saber mais sobre este método? Continue a ler este texto e descubra os principais benefícios em aplicá-lo na sua escola!

Quais são os principais benefícios do método STEM?

O método STEM foi idealizado para contribuir para a aprendizagem do aluno e para conferir inovações ao processo. Por isso, destacar as suas vantagens é uma boa forma de ficar a conhecer um pouco mais sobre o assunto. De seguida, poderá conhecer os benefícios do método STEM.

Estímulo da criatividade e do pensamento crítico

Ao longo do tempo e depois de muita investigação, já é possível compreender que o mercado de trabalho não procura apenas candidatos com conhecimentos técnicos e específicos. Obviamente que isso é relevante, mas existem outras competências que são importantes na formação de uma pessoa e para a sua atuação profissional.

Duas delas são a criatividade e o pensamento crítico — assim como a empatia, a proatividade e a comunicação, que também são vistas com bons olhos pelos recrutadores. Estas capacidades ajudam a diferenciar o profissional em qualquer área.

E o que tem o método STEM em comum com estas competências? Um dos seus pressupostos é que o professor passe a ter uma posição semelhante à de um mentor para os alunos, ou seja, aquele que expõe conteúdos e estimula a reflexão sobre eles.

A Internet permite um acesso fácil a uma enorme quantidade de informação. É fundamental saber refletir e compreender a informação recolhida — assim como cultivar a curiosidade de procurar respostas e encontrar diferentes soluções com responsabilidade e consciência.

Melhoria da interação entre o professor e o aluno O conceito de hierarquia em que o professor é o transmissor do conhecimento e o estudante está na sala de aula para aprender de forma passiva é totalmente revisto neste método.

O objetivo é mudar o padrão tradicional da sala de aula e oferecer mais autonomia aos estudantes. Desta forma, a relação entre o professor e o aluno adquire um caráter muito mais interativo, o que facilita a troca de ideias entre os dois e também tende a favorecer a aprendizagem mútua — sem contar que, desta forma, o aluno se sente mais valorizado e com maior potencial.

Como resultado, aumenta o interesse em participar neste ambiente e até diminui o abandono escolar. O retorno costuma ser bastante positivo, apresentando um empenho muito maior por parte dos alunos.

Preparação para o mercado de trabalho

Além do desenvolvimento das competências comportamentais, existe ainda outro fator diferenciador proporcionado por este método. A proposta da interdisciplinaridade é um fator que ajuda muito na preparação para o mercado de trabalho.

Quando consegue um emprego e tem que começar a exercer as suas funções, dificilmente conseguirá separar os seus conhecimentos para cumprir as atividades planeadas. A integração de toda a sua bagagem é o que vai fazer a diferença.

O aluno vai deparar-se com um projeto inteiro para trabalhar — e não com apenas um problema de matemática ou uma questão de português para resolver. Os desafios envolvem necessidades de todas as áreas. Por isso, o estudo segmentado não favorece este tipo de desenvolvimento.

O reforço do contacto com as tecnologias e as ciências é outra grande vantagem. Não é possível exigir das pessoas algo que elas não aprenderam com o tempo. Iniciar este processo de aproximação é imprescindível até mesmo para facilitar a caminhada de cada um no futuro.

Falando de futuro, não podemos ignorar que a ciência, tecnologia, engenharia e matemática são áreas totalmente estratégicas para os próximos anos, não é verdade?

Que fatores diferenciadores o método oferece à sua escola? Por fim, vale a pena dizer que a implementação do método STEM possibilita não só uma formação especial para os estudantes, mas também agrega fatores diferenciadores para a escola que o adota. Afinal, a sua imagem no mercado da educação constrói-se a partir do que é capaz de oferecer. Descubra a importância disto para as instituições com os seguintes tópicos.

Ciências da computação e tecnologia

Um dos pensamentos enraizados no modelo tradicional de ensino é que as tecnologias tiram o foco da sala de aula — sendo até proibidas para não dificultarem a aprendizagem. Por sua vez, o STEM propõe a inclusão digital e, mais do que isso, a capacidade do aluno participar ativamente nesse mundo. Por exemplo, há alguns anos, não ouvíamos falar em robótica, programação, design, aplicações, inteligência artificial, entre tantos outros termos que eram apenas do conhecimento de quem trabalhava com tecnologia. Atualmente, qualquer ser humano familiarizado com as tendências mundiais tem uma ideia do que todas estas áreas significam. Acontece que não é preciso ser formado ou pós-graduado para compreender pelo menos um pouco destes temas.

As crianças educadas com esta visão conseguem crescer de uma forma diferenciada, convivendo com a sociedade moderna desde cedo e compreendendo a relevância em desenvolver as competências necessárias para participar em todas estas áreas.

Aprendizagem e inovação

Outro grande problema dos moldes tradicionais de ensino é limitar a criatividade, uma vez que existe a obrigação de seguir sempre um padrão. No fim das contas, fazer isso é como desestimular a inovação e ser um mau exemplo. Se a própria instituição não procura inovar, por que razão os alunos deveriam fazer o mesmo?

A escola não deve ser um agente limitador para a mente dos seus alunos — pelo contrário, ela deve favorecer a aprendizagem de diversas formas, todos os dias. É preciso incentivá-los a desenvolver as suas ideias, a criar e a testar hipóteses, a observar os erros e a melhorar as soluções — o que significa essencialmente formar pequenos cientistas que sejam capazes de fazer a diferença.

Vida e carreira

O que os pais procuram para os seus filhos é promover um crescimento saudável e promissor, certo? Independentemente de qualquer coisa, o desejo é que eles procurem a felicidade nas suas vidas e carreiras.

Por isso, não há nada mais prudente para uma escola do que atender a essa procura e oferecer uma aprendizagem diferenciada para a sua comunidade. Ao apostar

no STEM, não há dúvida de que o desenvolvimento pessoal e profissional de cada aluno será favorecido, levando para a realidade deles desafios da vida real e deixando-os mais preparados para o futuro.

0 comentários

Deixe um comentário: