Todas as nossas atividades podem ser presenciais ou online. INSCREVE-TE AQUI!
Home / Happy Blog / Saiba como melhorar as taxas de renovação de matrículas na sua escola

Saiba como melhorar as taxas de renovação de matrículas na sua escola

Existe algum problema no processo de renovação de matrículas e não faz a mínima ideia do que possa ser? É melhor rever alguns conceitos para conseguir ter uma administração escolar de qualidade.

Assim como em qualquer empresa, é muito mais fácil manter um cliente do que procurar novos no mercado. E tratando-se de uma instituição de ensino, precisam de ser tidos em consideração vários pontos, porque lidar com os filhos dos outros é algo que exige dedicação redobrada.

A seguir, preparamos algumas dicas fundamentais que o farão refletir sobre como tem conduzido os processos de renovação de matrículas. Boa leitura!

Conheça o seu público-alvo

Antes de qualquer atitude em relação aos baixos índices de rematrículas, é preciso saber se está, de facto, a conversar com o seu público-alvo — afinal, estratégias mal desenvolvidas podem ser muito prejudiciais. Sabemos que o ensino para a nova geração é difícil, por isso é necessário melhorar a estrutura pedagógica e reparar possíveis falhas na comunicação.

Segmente ao máximo as suas opções e verifique formas de traçar os perfis dos consumidores dos seus serviços escolares, a fim de desenvolver campanhas cada vez mais diretas e personalizadas. Sempre que possível, faça inquéritos de satisfação e analise os dados para identificar as opiniões relatadas. Este feedback será essencial para alcançar o seu próximo nível como uma escola de primeira linha.

Analise os motivos das transferências

Alcançar o nível de perfeição de 100% das rematrículas é utópico, mas aproximar-se desta percentagem é possível se houver um bom planeamento antes do período de renovação. É inegável que cada caso é um caso, mas, quando as taxas de transferências aumentam, torna-se fundamental perceber o que está a fugir do controlo para, assim, retomar o fluxo normal de alunos.

Pode acontecer que as transferências envolvam aspetos que vão muito além das aulas em si, tais como questões de localização, problemas de adaptação com as turmas, situações de bullying, dificuldades de concentração e assim por diante. Assim sendo, cabe aos gestores verificarem quais são os motivos que levam à desistência e procurar meios de reparar essas situações o quanto antes.

Invista em ações de marketing

Sabendo que a Internet revolucionou vários processos e contribui para que as instituições de ensino estejam muito mais próximas de seu público, não é possível ficar ignorar onda do marketing educacional. Realizar ações de marketing bem organizadas faz com que a comunicação evolua gradualmente e estabeleça um ponto de autoridade para a marca.

Ter presença online é o mínimo que se pode esperar de uma escola que quer envolver pais e responsáveis para rematricularem os seus filhos, porque é preciso realmente fazer parte do ambiente no qual eles estão inseridos. Por isso, aprenda a trabalhar a comunicação no website, invista em conteúdos de qualidade que resolvam as necessidades do público, utilize o recurso de e-mail marketing, entre outras abordagens que resultem em fidelização.

Melhore a comunicação com os pais

Por falar em boa comunicação, saiba que ter um relacionamento próximo e atencioso é um dos fatores importantes que os pais valorizam na escola. À medida que os laços se fortalecem, a tendência é que os responsáveis reconheçam a relevância da instituição na vida dos filhos. Claro que essa relação tem de ser construída dia-a-dia, com transparência e valores muito bem definidos em relação ao que a sua instituição pretende.

Assim como uma equipa, as ações precisam de ser em conjunto, porque quanto maior a participação dos pais, melhor o ensino que os seus pequenos receberão no

decorrer do ano letivo. Tendo isto em conta, explique como serão as avaliações, apresente o planeamento pedagógico e realize eventos escolares periodicamente, porque isso integrará a família ainda mais no quotidiano escolar.

Automatize o processo de renovação

Já parou para pensar se a sua instituição de ensino tem agido de forma simples na altura da renovação de matrículas? Se a escola tem se comportado como um cartório, que costuma lidar com uma pilha de papéis e centenas de burocracias todos os dias, saiba que está a ir por um caminho um pouco nebuloso e que pode afastar clientes. Uma gestão escolar eficiente precisa de ter como princípio a desburocratização de processos, ou seja, quanto menos trabalho tiver, melhor para construir uma relação de fidelidade com alunos e os seus respetivos pais ou responsáveis. Assim sendo, saia da época das cavernas e automatize os processos internos, na medida em que utilizar a tecnologia a seu favor otimiza o tempo e minimiza os custos da escola.

Facilite o pagamento dos incumpridores

Às vezes, os pais ou responsáveis até gostam bastante da escola e querem que os seus filhos continuem a usufruir da estrutura disponibilizada. Porém, assim como muitas pessoas em todo o mundo, sofrem com as dificuldades em manter as contas em dia. Esta é uma situação que pode ocorrer, porque nem todos conhecem ou aplicam os conceitos da educação financeira para minimizar as despesas.

De forma conciliadora, ofereça programas de bolsas e descontos que possam facilitar a rematrícula dos alunos, uma vez que esta é uma forma de dizer que está lado a lado com as famílias e que compreende o que passam. Pode também oferecer uma renegociação das prestações, de modo a garantir que o pagamento aconteça mesmo que seja em pequenas partes.

Procure soluções inovadoras

Agora, se reparou que os alunos costumam afastar-se da instituição porque não viram avanço nenhum no conceito pedagógico empregado, então está mais do que na hora de arregaçar as mangas e fazer algo diferente. Aproveite as oportunidades que o mercado escolar oferece, tais como as metodologias ativas de aprendizagem, que são responsáveis por boa parte das aprovações dos alunos.

Compreenda que não há outra saída para se diferenciar da concorrência se não utilizar a tecnologia como fator preponderante de desenvolvimento, porque os processos inovadores fazem com que as matérias sejam melhor assimiladas. Não tenha medo de investir o orçamento da escola em equipamentos modernos. Com isso, verá que o retorno pode surpreender em pouquíssimo tempo.

Portanto, ao pensar em renovação de matrícula, lembre-se de que existem vários aspetos que precisam de cuidado para não frustrar pais e alunos. É preciso estar presente na memória deles de forma positiva para gerar fidelidade.