Todas as nossas atividades podem ser presenciais ou online. INSCREVE-TE AQUI!
Home / Happy Blog / Saiba como utilizar a tecnologia no ensino básico

Saiba como utilizar a tecnologia no ensino básico

Durante muitos anos, a tecnologia foi vista como prejudicial aos estudos. Banir completamente os dispositivos eletrónicos nas salas de aula, por exemplo, é uma norma vigente em muitos locais em todo o mundo. No entanto, será que utilizar a tecnologia no ensino básico é assim tão inadequado?

Com o passar do tempo, a maioria dos especialistas em educação têm observado que há, sem dúvida, uma série de vantagens na utilização de tecnologia no dia-a-dia escolar. O primeiro benefício é o envolvimento quase instantâneo de toda a turma, que faz parte de uma geração altamente conetada.

Mas afinal, como podemos utilizar a tecnologia de forma correta nas salas de aula? Quais são os benefícios da sua utilização no ensino básico? Pensando neste género de dúvidas, organizamos um artigo para responder às principais perguntas sobre este tema. Boa leitura!

Quais são os benefícios da utilização da tecnologia no ensino básico?

O ensino básico é um período bastante longo e que, portanto, abrange uma série de etapas importantíssimas da vida do estudante. Os alunos entram no ensino básico como crianças e saem já adolescentes. Respeitar todas estas particularidades é fundamental para o sucesso do ensino.

Por isso, é importante que saibamos exatamente quais são as vantagens da implementação da tecnologia para esses alunos e como pode beneficiar o seu dia-a-dia escolar. Conheça alguns dos maiores benefícios!

Maior envolvimento da turma

A maioria dos alunos queixa-se do ensino tradicional. Estar sentado na sala de aula de forma passiva não é, nem de longe, a melhor maneira de aprender para os alunos. Por isso, aulas diferenciadas, dinâmicas e interessantes são excelentes para desenvolver o envolvimento e fazer com que todos participem de modo mais ativo, aprendendo muito melhor.

Aulas mais democráticas e inclusivas

Além de aumentar a participação dos alunos, este tipo de estratégia faz com que os mais diversos tipos de inteligência sejam refletidos no ensino. Há pessoas que aprendem a ouvir o conteúdo, outras enquanto leem e outras enquanto colocam os conhecimentos em prática. Assim, o aluno pode conduzir a sua própria aprendizagem com o auxílio da tecnologia.

Despertar o interesse pelo conhecimento

A sede de conhecimento é fundamental para o sucesso do desempenho escolar. A aprendizagem com propósito, como é designado, é algo que vai muito além do simples decorar. Aprender pelo amor de adquirir novas informações e complementar as existentes é algo que passa a tornar-se presente nas salas de aula com a implementação da tecnologia.

Desenvolvimento de competências importantes

Além do amor pela aprendizagem, a tecnologia desenvolve uma série de competências essenciais para a vida dos estudantes. Empatia, organização, raciocínio lógico, trabalho em equipa, criatividade e destreza manual, por exemplo, são fundamentais para uma série de aspetos da nossa vida e são devidamente trabalhados com a tecnologia na sala de aula.

Redução do abandono escolar

Embora seja um problema mais comum no ensino secundário (e especialmente na rede pública de ensino), o abandono escolar não é inexistente entre alunos do ensino básico. Além disso, faltas recorrentes podem prejudicar o desempenho dos estudantes. Com a tecnologia presente no dia-a-dia, elas tornam-se muito menos frequentes.

Melhoria dos resultados

Todas estas vantagens levam a um fim muito claro: a obtenção de resultados cada vez melhores para os alunos e, claro, para a escola. Isto faz com que a instituição se torne referência no ensino, fazendo com que a tecnologia seja também um fator diferenciador competitivo.

Quais são os desafios superados com o uso de tecnologia na sala de aula?

A tecnologia no ensino básico é algo, como vimos, extremamente vantajoso para todos os envolvidos. Todos ficam a ganhar e, por isso, colocá-la em prática é sempre uma boa estratégia para a melhor colocação da escola e dos seus estudantes no contexto do século XXI.

Mas, afinal, quais são os desafios que este tipo de atitude ajuda a superar? O principal deles é, claro, a redução de problemas de aprendizagem nos alunos. Colocá-los numa posição de protagonismo e deixá-los com as rédeas do próprio conhecimento é algo que é capaz de revolucionar uma turma. Assim, eles tornam-se mais participativos e envolvidos.

Além de melhorar os resultados com a aprendizagem da turma, este envolvimento é benéfico também para os professores, que atuam como um guia na procura pelo conhecimento através da tecnologia e apercebem-se de que a aula flui muito melhor, com menos interrupções e com um nível de concentração e atenção consideravelmente maior.

Por fim, a escola também fica a ganhar com este tipo de estratégia, já que todos os processos internos são otimizados com o avanço tecnológico nas escolas. Por isso, a tecnologia não pode ser vista como uma vilã, mas sim como parte natural do dia-a-dia escolar, ainda mais considerando que a maioria dos estudantes lida com ela diariamente e se sente mais confortável na sua presença.

Quais são os primeiros passos para a implementação da tecnologia nas escolas?

Dito isto, é muito comum que o educador tenha uma série de dúvidas (e, claro, alguns receios) em relação à implementação destas metodologias e da tecnologia como um todo. Isso é perfeitamente normal, especialmente se considerarmos que durante muitos anos tivemos a educação a funcionar de um modo particular.

As mudanças podem ser difíceis, mas esse não é o caso da implementação tecnológica no ensino. Essa é uma alteração muito simples de ser feita, ainda mais se considerarmos que ela pode ser gradualmente implementada, gerando uma maior aceitação e favorecendo a adaptabilidade de todos.

O recomendado é que o gestor de uma instituição de ensino procure sempre a ajuda de profissionais especializados em tecnologia nas escolas. Este tipo de estratégia não é apenas a mais segura, mas também a mais benéfica para toda a equipa e também para os estudantes.

Uma empresa especializada será responsável por criar um plano de ação específico para a sua escola, respeitando os seus limites e adequando as estratégias ao que os envolvidos realmente precisam. Além disso, oferece todo o apoio necessário e auxilia na qualificação da equipa, sendo extremamente favorável para todos nesse período de transição. Sistemas de ensino como a Happy Code, maior escola de Programação, Maker e Robótica com mais de 200 operações no Brasil, Portugal e Angola, já tem um currículo adequado para escolas neste novo contexto da educação.

Agora que já sabe quais são os benefícios e a importância da utilização da tecnologia no ensino básico, não perca tempo e comece o quanto antes a implementar estes conhecimentos no dia-a-dia da sua instituição de ensino. A reputação da sua escola e a educação dos seus alunos só têm a ganhar com este tipo de estratégia!

0 comments

Leave a comment